Horário na Nova Zelândia: 0000-00-00 00:00
BR
Compartilhar

Como escolher o melhor destino? 

 

Quando se pensa em intercâmbio e até mesmo imigração, o Canadá e a Austrália sempre ganharam destaque nos corações dos brasileiros. Contudo, o ano de 2020 foi um grande divisor de águas para a Nova Zelândia em termos de destino para estudos.  Hoje, mesmo quem nunca havia nem cogitado esta pequena ilha na Oceania, já começa a enxergar com outros olhos.
Muito se deve a resposta eficiente frente a crise causada pela pandemia. A Nova Zelândia esteve presente nos maiores noticiários do mundo todo como verdadeiro exemplo de liderança, transparência e ação e segue assim até hoje.

E a sua grande dúvida leitor deve ser a de muitos: afinal, qual é o melhor destino então? Devo me mudar para a Austrália pelo clima? Melhor o Canadá pela proximidade? Escolho a Nova Zelândia pela segurança?

Neste artigo iremos falar um pouco sobre cada nação para te ajudar a entender qual é o lugar mais adequado de acordo com suas expectativas e sonhos.

 

Clima

De todos os países, a Austrália conta com o clima considerado mais “próximo” ao brasileiro.  Todavia, vale entender que se trata de um local  árido também, onde três quartos da terra são desertos e semidesérticos. A temperatura média anual varia muito podendo ser de  15 °C em Melbourne  e 30 °C em Darwin, por exemplo. Então tudo depende de onde você quer morar. 

Já o Canadá como todos sabem é mais frio,  há invernos chuvosos e longos verões (não necessariamente tão quentes como os da Austrália).  As temperaturas médias anuais variam de -10 °C em Iqaluit a + 11 °C em Vancouver. Quem gosta de neve irá encontrar muitas opções de cidades para viver, mas para quem quer curtir uma praia no verão, talvez o Canadá não seja a melhor pedida.

Por outro lado, a Nova Zelândia tem uma temperatura média anual amena que varia entre 13 °C  a 16 °C, dependendo da região.  Aqui, seja qual for a direção que você vá, com certeza chegará a uma praia linda e, em geral, vazia. Na maior cidade da Ilha do Norte, Auckland, a temperatura raramente cai muito no inverno e raramente ultrapassa +30 graus no verão.

 

Meio ambiente

No mundo moderno de hoje,  questões ambientais ocupam um lugar importante, uma vez que a qualidade das mesmas tem um impacto direto na saúde e no bem-estar. O índice de desempenho ambiental nos ajudará a avaliar objetivamente a situação nos três países.

Em 2020, foi publicado um relatório no Fórum Econômico Mundial, no qual os países (180 ao todo) eram avaliados conforme a sua “saúde ecológica”, a qualidade da água e do ar e o impacto do meio ambiente na saúde pública.

De todos os países incluídos no relatório, a Austrália ficou em 13.º lugar, o Canadá em 20.º e a Nova Zelândia em 19.º. 

Além dos números, indicaremos também as características dos problemas ambientais de cada um:

Austrália

Em vários estados australianos, devido à falta crônica de água para a agricultura, a erosão dos solos já é uma realidade.  Em resposta a este problema alarmante, a nação tem regras rígidas para o uso de água. Exemplos de tais medidas são as restrições para lavar o carro, encher piscinas, regar jardins e quaisquer superfícies. 

Canadá

No Canadá, existe um problema agudo de chuva ácida, que está causando grandes danos à vida selvagem e às terras cultiváveis.

Nova Zelândia

A Nova Zelândia, apesar do seu famoso buraco na camada de ozônio, mantém diligentemente uma imagem verde. Porém, um dos principais problemas ambientais do país é a degradação do solo. O desaparecimento das árvores deixou grande parte do campo inadequada para as fortes chuvas, que apagam rapidamente o solo fértil. Os neozelandeses também estão particularmente preocupados com a acidificação, a perda de elementos orgânicos vitais e a diminuição do número de minhocas e outros organismos amigáveis ​​ao solo.

 

Moradia e custo de vida

Se a sua principal motivação for dinheiro, a Austrália pode ser uma boa opção. Em 2020, a renda média anual dos australianos era cerca de AU$79.632, enquanto os neozelandeses ganham NZ$52.000 e canadenses também figuram abaixo dos NZ$60.000.

Salário mínimo (hora) em 2021:

No entanto, olhar apenas para o salário não nos dá o quadro completo. Também é necessário considerar o custo de vida. Ao fazer isso, você determinará até onde seu salário vai levar você. Você pode fazer todas as comparações, inclusive por cidade AQUI
De acordo com Numbeo, os custos médios de bens de consumo e serviços, aluguel e alimentação são mais altos na Austrália do que na Nova Zelândia e Canadá. No geral, porém, o poder de compra local é 14,99% menor na Nova Zelândia comparado com a Austrália, por exemplo.
Mas como sempre ressaltamos: depende muito de região para região
Quanto ao aluguel, você vai desembolsar mais na Austrália do que na Nova Zelândia. O aluguel na Austrália é, em média, 6,46% maior do que na Nova Zelândia e Canadá que, em média, é 4,27% menor do que na Nova Zelândia.

 

Empregabilidade

O fator empregabilidade é sem dúvidas algo muito importante a se considerar. Nos três países abordados neste artigo, a taxa de desemprego é relativamente baixa, como podemos conferir na tabela abaixo:

PaísPorcentagem de desemprego no país
Nova Zelândia4,07%
Austrália5,3%
Canadá5,67%

 

Ameaças

Além dos problemas ambientais apresentados, há também questões como desastres naturais e segurança que devem ser consideradas. 

Criminalidade

Para quantificar a taxa de criminalidade nesses países, usamos o Índice de Segurança Numbeo de 2020. É o maior banco de dados do mundo, gerado com base em informações de usuários em várias cidades e países ao redor do globo.

PaísesTaxa de criminalidade
Austrália41,67Baixo
Nova Zelândia42,18Baixo
Canadá40,65Baixo

Desastres naturais

A Austrália possui desastres naturais como ciclones tropicais e, como resultado, inundações e tempestades ao longo da costa do país. Ao mesmo tempo, o sul e o sudoeste do país sofrem com a seca e a erosão do solo. Existem também muitos animais venenosos.

Já o Canadá também tem suas próprias características geográficas. Terremotos e inundações são menos comuns, mas tornados e furacões podem ser encontrados de tempos em tempos. 

A Nova Zelândia é conhecida por sua atividade sísmica. Terremotos ocorrem devido à localização geográfica do país na zona geologicamente ativa do Anel Vulcânico de Fogo do Pacífico. Uma das vantagens é a ausência de animais peçonhentos.  

 

Imigração

Inspirado pelas informações? Então, vamos falar de imigração!

Para avaliar suas chances de imigração profissional para a Austrália, Canadá ou Nova Zelândia basta acessar os sites oficiais dos serviços de imigração de cada país e usar a calculadora de pontos. Cada nação tem características próprias, mas, apesar disso, existem critérios básicos que iremos comentar a seguir. 

Requisitos mínimos gerais:

  • Formação acadêmica e experiência profissional em uma especialidade que está incluída na lista das profissões em demanda (cada país tem a sua);
  • Um bom nível de inglês, geralmente equivalente a IELTS 6.5 ou superior (no Canadá, você pode obter pontos adicionais por conhecimento da língua francesa);
  • Estar saudável;
  • Idade (o número máximo de pontos é garantido geralmente entre 18 a 35 anos. Quanto mais velho, mais pontos você perde);
  • Disponibilidade de fundos (pode mudar dependendo do país e do contrato de trabalho). 

Sistema de imigração canadense

O sistema Express Entry é uma das formas mais conhecidas de imigração para o Canadá. Trata-se de uma somatória de pontos de um processo federal que visa atrair imigrantes qualificados com base em suas habilidades e capacidade de contribuir para a economia.
Este sistema de pontos considera fatores como:

  • Idade;
  • Formação superior completa;
  • Ter experiência profissional na área de formação;
  • Ser fluente em inglês e/ou francês.

O Express Entry seleciona candidatos qualificados de um dos seguintes programas:

– Federal Skilled Worker
– Federal Skilled Trades Worker
– Canadian Experience Class

Há também o Provincial Nominee Program (PNP) onde províncias canadenses buscam preencher as necessidades de sua economia local ofertando convites para pessoas que aceitem se comprometer a viver e trabalhar na região. Muitos PNP estão vinculados ao Express Entry, mas outros podem ser exclusivamente vinculados às províncias e possuem regras específicas.

Sistema australiano

O programa General Skilled Migration Program permite que o especialista que atenda aos critérios exigidos possa ter o visto permanente para viver e trabalhar na Austrália.

Os 3 vistos disponíveis são:

  • Subclass 189 Skilled Permanent Independent Visa (Visto Independente Permanente Qualificado);
  • Subclass 190 Skilled Permanent State-Nomination Visa (Visto permanente qualificado de indicação do estado);
  • Subclass 491 Skilled Regional Sponsored Provisional Visa (Visto Provisório Regional Patrocinado Qualificado).

De forma geral, os pré-requisitos são:

  • Até 45 anos no momento da apresentação do processo junto ao governo australiano;
  • Ser especialista em uma das áreas relacionadas na List of Eligible Occupations;
  • Ter formação superior completa;
  • Ter experiência profissional na área de formação;
  • Ser fluente em inglês.

Sistema neozelandês

A categoria de imigração profissional mais simples de entender é a Skilled Migrant Category, que está disponível para pessoas de até 55 anos.

Há uma calculadora e o candidato precisa somar pelo menos 160 pontos para ser elegível para análise da imigração. Ter os pontos na calculadora não necessariamente garante a residência logo de cara. A análise dos documentos leva de 6 a 24 meses e não há garantias de uma resposta positiva. 

Em linhas gerais, os pré-requisitos são:

  • Até 55 anos;
  • Ser especialista em uma das áreas consideradas em demanda pelo país; 
  • Ter formação superior completa;
  • Ter experiência profissional na área de formação;
  • IELTS ou equivalente 6,5. 

 

Permissão de trabalho enquanto estuda

A educação é um dos caminhos que sempre falamos que vale a pena considerar quando o sonho é imigrar para uma nação de língua inglesa. Estudar não garante residência em nenhum país mas pode ser o primeiro passo para criar uma jornada mais assertiva a este objetivo. 

Vamos considerar abaixo as informações disponíveis hoje (maio/2021) sobre cada país:

Canadá

Estudante de inglês: não tem permissão de trabalho.

Estudante de cursos vocacionais e superior: 20h semanais e período integral durante as férias (salvo exceções onde se pode trabalhar em período integral durante o programa).

Austrália

Estudante de inglês: permissão de trabalho de 20h semanais para cursos com duração superior a 14 semanas.

Estudante de cursos de nível técnicos e superior: 20h semanais e período integral durante as férias (salvo exceções onde se pode trabalhar em período integral durante o programa).

Nova Zelândia 

Estudante de inglês: permissão de trabalho de 20h semanais para cursos com duração superior a 14 semanas.

Estudante de cursos de nível técnico e superior: 20h semanais e período integral durante as férias (salvo exceções onde se pode trabalhar em período integral durante o programa).

 

Qual é o melhor destino? 

Cada país tem suas vantagens e desvantagens. Para alguns, a Nova Zelândia será um país perfeito para se viver, para outros o Canadá ou a Austrália são mais atrativos. O importante é entender a fundo quais são suas expectativas, seu perfil e seus objetivos para o futuro. 

Nós podemos te ajudar! Fale conosco, nossa consultoria é 100% gratuita!

 

Veja também

VIDA NA NOVA ZELÂNDIA – PRÓS E CONTRAS

Talvez você esteja interessado em

15 January 2019

Morar e estudar em Invercargill

Invercargill Invercargill é uma cidade pequena e acolhedora, que fica no extremo Sul da Ilha Sul da Nova Zelândia. A...

3 January 2019

Custo de Vida

CUSTO DE VIDA NA NOVA ZELÂNDIA Se você está planejando fazer um intercâmbio ou imigrar, saber qual é a média...

3 January 2019

Por que Nova Zelândia?

Vida na Nova Zelândia Entenda porque a Nova Zelândia é o melhor lugar para você realizar o seu intercâmbio, trabalhar...