Horário na Nova Zelândia: 0000-00-00 00:00
BR
Compartilhar

Propostas incluem subsídio de salários, reforço na saúde pública e assistência à famílias de baixa renda.

Veja as medidas do governo para minimizar os efeitos da crise do novo coronavírus.

O governo da Nova Zelândia anunciou nesta terça feira (17) um pacote de medidas para minimizar os efeitos do novo coronavírus. Um gigantesco subsídio salarial para manter os Kiwis no trabalho está no centro da enorme resposta econômica de NZ$12,1 bilhões à pandemia do Covid-19.

“Este pacote é um dos maiores do mundo em uma base per capita”, afirma Grant Robertson, Ministro das Finanças.

O estímulo de NZ$12,1 bilhões inclui subsídios salariais, reforço para o setor de saúde, mais apoio para famílias de baixa renda, além de alterações nos impostos sobre as empresas. O pacote equivale a 4% do PIB, um plano muito maior que o implementado em resposta à crise financeira global de 2008  e comparativamente superior aos pacotes de ajuda anunciados até o momento pela Austrália, Reino Unido e EUA.

A Nova Zelândia tem apenas vinte e oito casos confirmados no momento (19 de março de 2020) mas a decisão de aumentar as restrições para quem chega no país deve criar novos desafios aos negócios locais, especialmente no setor de turismo, um dos pilares da economia neozelandesa.

 

 

Empresas atingidas pelo vírus – com queda de receita superior a 30% em relação ao ano passado – serão elegíveis para receber subsídios salariais para continuar pagando à sua equipe. Empregadores receberão subsídio do governo de NZ$ 585 por semana para trabalhadores de período integral, segundo o pacote (atualmente programado para terminar em 30 de junho). Já para quem trabalha meio período, o valor estipulado é de NZ$350.

“O governo está fazendo todos os esforços para proteger a saúde dos neozelandeses e de nossa economia“, ressalta a primeira-ministra Jacinda Ardern durante a coletiva de impresa.

Também foi direcionado investimento para a realocação de trabalhadores nas regiões mais atingidas – começando com Tairāwhiti, na costa leste da Ilha Norte da Nova Zelândia, onde o setor florestal já foi atingido.

Confira as principais medidas:

O governo afirma que o objetivo imediato do investimento é apoiar pessoas e empresas à medida que enfrenta o impacto do COVID-19. O pacote inclui:

  • NZ$ 500 milhões para a saúde
  • NZ$ 5,1 bilhões em subsídios salariais para empresas afetadas em todos os setores
  • NZ$ 126 milhões para licença e apoio ao auto-isolamento
  • Pacote de apoio à renda de NZ$ 2,8 bilhões para os mais vulneráveis
  • NZ$ 100 milhões voltados para auxílio em realocações
  • NZ$ 2,8 bilhões em alterações nos impostos comerciais com a finalidade de liberar fluxo de caixa
  • NZ$ 600 milhões em apoio à aviação

Saúde

O pacote inicial de NZ$ 500 milhões pretende promover a duplicação de recursos nas unidades de saúde pública, reforçando a capacidade de terapia intensiva em hospitais através do aumento de equipamentos e profissionais.

Trabalho

Subsídios salariais estarão disponíveis para todos os empregadores que forem impactados significativamente pelo COVID-19 e que estejam lutando para reter funcionários como resultado.

Valor do suporte: o pagamento será feito como um montante fixo por um período de 12 semanas. Isso significa que os empregadores receberão um pagamento de NZ$ 7.029,60 para um funcionário em período integral e NZ$ 4.200 para um funcionário em período parcial. O valor máximo que qualquer empregador poderá receber é de NZ$150.000.

Gasto estimado pelo governo: NZ$ 5,1 bilhões

 Suporte à licença e isolamento relacionado ao COVID-19

Trabalhadores e empresas têm responsabilidades para impedir a disseminação do COVID19. O objetivo deste investimento é apoiar financeiramente indivíduos que necessitem de auto isolamento ou mesmo os que já contrairam o COVID-19. Além disso, pessoas que necessitem cuidar de doentes também serão elegíveis a receber o subsídio.

Os pagamentos serão de NZ$ 585,80 por semana para trabalhadores de período integral e NZ$ 350 por semana para trabalhadores meio período.

Fluxo de caixa das empresas

Com o objetivo de manter a saúde finaceira dos negócios, o governo espera que a injeção de NZ$ 2,8 bilhões auxilie as empresas a continuarem com suas portas abertas. Algumas das medidas serão focadas em:

  • Reintrodução da depreciação em edifícios comerciais e industriais (reduzindo assim impostos a serem pagos)
  • Deduções imediatas para ativos de baixo valor
  • Possibilidade de adiamento de pagamento de impostos para empresas pequenas possibilitando então a retenção de dinheiro em caixa
  • Redução de juros referente à pagamento atrasado de impostos

Fonte: Site oficial do governo da Nova Zelândia

Última atualização: 19 de março de 2020, 13:00

Talvez você esteja interessado em

3 January 2019

Por que Nova Zelândia?

Vida na Nova Zelândia Entenda porque a Nova Zelândia é o melhor lugar para você realizar o seu intercâmbio, trabalhar...

3 January 2019

Custo de Vida

CUSTO DE VIDA NA NOVA ZELÂNDIA Se você está planejando fazer um intercâmbio ou imigrar, saber qual é a média...

3 January 2019

Nova Zelândia com a família

Nova Zelândia com a família e com as crianças A Nova Zelândia é o lugar ideal para aproveitar a família...