Horário na Nova Zelândia: 0000-00-00 00:00
BR
Compartilhar

O último pronunciamento de exceções de fronteira possibilitará com que 250 estudantes internacionais de doutorado, mestrado e pós-graduação entrem na Nova Zelândia.  Saiba mais!

 

 

O governo da Nova Zelândia estabeleceu hoje (12) uma nova categoria que permitirá que 250 estudantes internacionais de doutorado, mestrado e pós-graduação entrem na Nova Zelândia e continuem seus estudos.

O ministro da Educação, Chris Hipkins, disse que a isenção “reconhece o papel vital que a educação internacional desempenhará na recuperação e reconstrução da Nova Zelândia e a necessidade de continuar a luta contra a pandemia”. Os alunos passarão por um período de isolamento administrado de 14 dias e teste para Covid-19.

“Há muito apelo ao governo para conceder exceções. Até o momento, cerca de 10.400 exceções foram concedidas para pessoas como profissionais de saúde, outros profissionais essenciais e familiares de cidadãos da Nova Zelândia ou residentes permanentes. (…)

A exceção de hoje é uma decisão equilibrada que reconhece o papel vital que a educação internacional terá na recuperação e reconstrução da Nova Zelândia e a necessidade de continuar a luta contra a pandemia. Isso nos permitirá receber de volta uma boa parte dos alunos de doutorado e mestrado que foram pegos no exterior e que precisam estar na Nova Zelândia para concluir seu curso”, afirmou Hipkins. 

Os contemplados serão estudantes que possuem visto para 2020 e cujo compromisso de longo prazo de estudar no país foi interrompido pela Covid-19. A prioridade será dada primeiro àqueles que precisam estar na Nova Zelândia para pesquisas.”, enfatizou Hipkins.

Segundo o ministro, PhDs internacionais e outros alunos de pós-graduação auxiliam a desenvolver os sistemas de pesquisa e inovação e aumentam a reputação global e a competitividade das instituições Kiwis. 

O Ministério da Educação agora entrará em contato com organizações de Ensino Superior para iniciar a identificação e seleção de alunos. Os alunos que tiverem dúvidas sobre este processo devem entrar em contato com seus provedores em primeira instância.

“Os primeiros alunos deverão chegar em novembro de 2020, com a maioria chegando no ano novo. (…). O governo analisará outras possíveis exceções de fronteira, como e quando for seguro fazê-lo.” concluiu o ministro. 

Confira as informações detalhadas no site oficial do governo https://www.beehive.govt.nz/release/border-exceptions-small-number-international-students-visas

Última atualização: 12 de outubro de 2020, 19:00 NZT

Talvez você esteja interessado em

15 January 2019

Morar e estudar em Invercargill

Invercargill Invercargill é uma cidade pequena e acolhedora, que fica no extremo Sul da Ilha Sul da Nova Zelândia. A...

3 January 2019

Custo de Vida

CUSTO DE VIDA NA NOVA ZELÂNDIA Se você está planejando fazer um intercâmbio ou imigrar, saber qual é a média...

3 January 2019

Por que Nova Zelândia?

Vida na Nova Zelândia Entenda porque a Nova Zelândia é o melhor lugar para você realizar o seu intercâmbio, trabalhar...