Horário na Nova Zelândia: 0000-00-00 00:00
BR
Compartilhar

Novidades surgindo nesta semana! Saiba mais.

 

O governo da Nova Zelândia permitirá que 1.000 estudantes internacionais de graduação e pós-graduação/mestrado retornem ao país a partir de abril, como parte do plano de recuperação da educação internacional.

O ministro da Educação, Chris Hipkins, disse que os alunos devem ser os que estavam no meio do caminho de seus estudos de graduação ou pós-graduação/mestrado no país.
Os estudantes terão que pagar pelo custo da quarentena administrada pelo governo.

Os provedores de educação têm pressionado o governo para reabrir a fronteira para estudantes estrangeiros, que valem mais de $5 bilhões por ano para a economia.

Hipkins disse que a prioridade será dada aos alunos que estiverem mais próximos de concluir sua qualificação.

“Os alunos retornarão à Nova Zelândia em fases, começando com 300 que poderão retornar a partir de abril, com os alunos restantes retornando ao longo do ano conforme a disponibilidade de local para quarentena”, disse ele.

“O retorno desses alunos não afetará a capacidade dos Kiwis de voltar para casa e é comparado com a exigência de trabalhadores qualificados para entrar no país. Eles estarão sujeitos às mesmas regras de fronteira e regime de quarentena que todas as outras chegadas – com quaisquer restrições adicionais, dependendo de onde eles vêm.”

Hipkins explicou que a principal prioridade do governo é a saúde, segurança e bem-estar de todas as pessoas na Nova Zelândia e que tem a responsabilidade de equilibrar cuidadosamente suas decisões para apoiar a recuperação econômica da Nova Zelândia.

“Esta exceção de fronteira cumpre parte do plano de recuperação da educação internacional. Ela ressalta o compromisso do governo com o setor de educação internacional, que é importante na recuperação econômica de longo prazo do país a partir da Covid-19”, disse ele.

Hipkins afirmou que os alunos precisariam reservar seu espaço por meio do sistema de alocação e seriam cobrados os encargos padrão para o isolamento controlado.

A exigência de comprovação financeira aumentará de NZ$15.000 anual para NZ$20.000.

O Ministério da Educação determinará os critérios de distribuição das vagas.

Os estudantes internacionais sob esta exceção devem solicitar e obter um novo visto de estudante de acordo com os novos requisitos da imigração.
Parceiros e filhos dependentes podem ser incluídos nas solicitações.

 

Fonte: https://www.tvnz.co.nz/one-news/new-zealand/government-announces-border-exemption-1000-more-international-university-students

Talvez você esteja interessado em

15 January 2019

Morar e estudar em Invercargill

Invercargill Invercargill é uma cidade pequena e acolhedora, que fica no extremo Sul da Ilha Sul da Nova Zelândia. A...

3 January 2019

Custo de Vida

CUSTO DE VIDA NA NOVA ZELÂNDIA Se você está planejando fazer um intercâmbio ou imigrar, saber qual é a média...

3 January 2019

Por que Nova Zelândia?

Vida na Nova Zelândia Entenda porque a Nova Zelândia é o melhor lugar para você realizar o seu intercâmbio, trabalhar...